Comunicado

Sábado, 2 de novembro. Eu estava aqui, entediado em meu quarto num resort em Foz do Iguaçu, quando desbloqueei o iPod e vi que tinha três e-mails novos. Logo estranhei por serem e-mails notificando mais comentários na resenha de Até Eu Te Encontrar, publicada dia 24 de outubro. Já fazia um tempinho que ninguém se movimentava neste último post, e numa surpresa de partir o coração, descobri que era o desabafo de uma leitora insatisfeita com o modo como venho lidando com o blog ultimamente... E a resposta de outras pessoas, identificando-se com ela. Doeu. Vocês não sabem como doeu ler que alguém tinha parado de me seguir por tudo estar "tão chato", ainda mais em outro momento não muito agradável deste ano maldito, mas é a opinião dela, e para minha própria surpresa, descobri que me identificava.
Eu sou o blogueiro, e como alguns (muitos, creio eu) dos leitores também estou insatisfeito com o rumo que Livros e Rabiscos tomou. Quem me acompanha desde 2011 sabe como o blog era minha vida. Não conseguia passar três dias sem compartilhar algo, e algo que realmente significasse algo, e até mesmo meu vocabulário era mais "solto", não tão restrito. Com o passar do tempo, quis um blog mais profissional. Fiz cortes na "programação", passei a publicar apenas resenhas. Não demorou muito e vi que não dava para continuar daquele jeito. E então vieram algumas colunas, para encher linguiça, como alguns costumam dizer. Não consegui encher linguiça por muito tempo, e eu e vocês perceberam que aquelas colunas tinham um prazo de validade.
De alguma forma, o desânimo com o blog infectou também as leituras. Em outubro li apenas dois livros, isso quando em meses anteriores li mais de dez. Sempre dou a desculpa dos problemas pessoais e falta de tempo. Acreditem em mim, não minto quando digo isto. Mas há também a falta de paixão pela leitura. Ela existia antes, como uma chama que queimava forte e parecia que não apagaria nunca, mas do nada, PUF, sumiu, e não era só mais uma DPL (Depressão Pós-Leitura). Havia algo de errado com os livros, a meu ver. E demorou, mas enfim hoje descobri o problema. Obrigado, Angela, pelo comentário honesto e direto. O problema sou eu, não as leituras. Soa piegas, mas é a verdade. Eu andei fazendo as escolhas erradas nos momentos errados, na vida, nas leituras e no blog, e no fim tudo virou uma bola de neve.
Consequências sofridas? Livros e Rabiscos deixou de ser o que era há pouco tempo. Falta de originalidade, resenhas secas, sempre de livros que achei medianos, posts comerciais e nenhum texto que você bate o olho e logo identifica como sendo meu. É só comparar os posts dos três últimos meses com aqueles publicados no início do ano ou em 2011. Todo este desânimo tem um ponto de partida, e enfim vou revelar qual é: em março/abril o blog atingiu seu pico em leitores mensais. Para falar a verdade minhas visualizações nunca são gigantescas, mas naqueles meses foram animadoras, e eu pensei que isto iria se manter ou evoluir. Mas, como não era de se esperar, depois desta subida veio a queda, e que queda! De quase 20 mil acessos por mês a coisa minguou para 4/3 mil e isto é muita, muita coisa.
Agora eu e vocês sabem o que anda errado, e acreditem, como blogueiro estou disposto a assumir as rédeas da situação e voltar aos tempos brilhantes de antes. A mudança precisa começar comigo, mas o que peço é: não me abandonem no processo. Que não será longo! Na semana que vem vocês verão Vinícius Dias Costa em seu melhor estado: repleto de postagens espirituosas, originais, e resenhas mais vivas. Não quero ler comentários sobre meu blog "não ser ruim, mas inferior a outros", mas também não pretendo ser o melhor, embora vá dar o melhor de mim. Sucesso neste ramo vêm como resultado de você ser você mesmo em seus posts, e o status de blogueiro literário acabou me subindo à cabeça e me distanciando do propósito desta página.
Tentei mascarar os problemas com um novo layout, que por sinal é lindo e realmente amo, mas não é o que farei mais. Ao invés de preferir fechar os olhos ao que está errado, deixarei a preguiça de lado e lutarei para conseguir os desejados bons números no fim do mês. Não por orgulho ou porque alguém disse que as coisas não estão boas, mas para fazer jus à versão de mim mesmo no passado. Eu quero ser aquele blogueiro de novo. Eu preciso ser. Não desistam de mim ou do Livros e Rabiscos. Não quero desistir de vocês.
Obrigado por tudo, como sempre, se você é um verdadeiro leitor e chegou até aqui comigo.
Vinícius.