John Flanagan - Terra do Gelo (Rangers - Ordem dos Arqueiros #3)

Terra Do Gelo
Título: Terra do Gelo
Autor(a): John Flanagan
Editora: Fundamento
Gênero: Aventura
Nº de Páginas: 256
Ano: 2009
Avaliação: 
Forças da natureza podem ser um poderoso oponente para um jovem aprendiz de arqueiro e uma princesa em terras de piratas e mercenários. Por isso, depois de um longo e sombrio inverno, Will e Evanlyn estão diferentes. Eles entenderam que, em toda guerra, há um tempo para lutar e um tempo para aceitar o inevitável...

Se você não conhece ou ainda não leu minhas resenhas para os dois primeiros livros, Rangers é uma série infanto-juvenil escrita por um australiano chamado John Flanagan que era originalmente destinada a convencer seu filho que heróis não precisam ser daquele tipo estereotipado que vemos em filmes, mas qualquer um que tenha um bom coração e não tenha medo de enfrentar qualquer empecilho que surja em seu caminho. Will, o protagonista, é exatamente assim. Em 'Ruínas de Gorlan', ele era ainda uma criança imatura e infeliz por estar sendo treinado para se tornar um arqueiro, e não um cavaleiro, como inicialmente sonhava. Neste mesmo volume, aprendemos que uma espécie de mago do mal, Morgarath, está planejando assumir o controle do reino de Araluen, e Will acaba sendo uma peça importante para impedir seu retorno.
No segundo, 'Ponte em Chamas', que é um dos livros mais legais que li este ano, Morgarath tem um novo plano para tomar o que ele acredita ser dele, e novamente Will toma as rédeas da situação e, junto a uma princesa disfarçada, Evanlyn, consegue fazer o que um adulto treinado nunca conseguiria. Infelizmente, ao fim deste volume, ele e sua nova amiga acabam sendo capturados pelos escandinavos, que estavam do lado do inimigo nesta guerra, e terminamos o livro com ambos sendo levados à força num navio, enquanto Halt, arqueiro formado e tutor de Will, promete resgatá-los da costa.
Terra do Gelo continua a história do ponto que o último parou. Will e Evanlyn (na verdade a princesa Cassandra, filha de Duncan, governante de Araluen) estão literalmente numa fria, enfrentando ao lado dos brutos escandinavos o tormentoso mar Stormwhite, sem ter a minima ideia do que será feito deles quando chegarem a Hallasholm, a capital escandinava. Simultaneamente, Halt une-se à Horace, um aprendiz da Escola de Guerra, numa aventura em busca de Will, enfrentando inúmeros adversários no caminho e acabando por cair numa cilada que atrapalha momentaneamente sua já perigosa jornada. John alterna a narrativa entre estes dois núcleos, sempre terminando um capítulo instigando o leitor a ler o outro.
Este é meu tipo favorito de livro, pois nunca há momentos chatos, uma vez que na narrativa bifurcada os personagens têm seus próprios demônios a enfrentar, e você nunca fica cansado dos cenários. Terra do Gelo não é melhor que o segundo, mas é tão bom quanto, e me deixou pensando seriamente em adicionar Rangers na lista de séries favoritas! A conclusão não é tão elétrica quanto a de Ponte em Chamas, mas deixa aquele gostinho chato de livro não terminado, sabem? Ou seja: preciso de Folha de Carvalho o mais rápido possível! E, claro, parabéns à Fundamento pelo acabamento impecável!
***
E para você que leu até aqui, tenho uma surpresinha! Quer ganhar um kit de marcadores exclusivo da Editora Fundamento? Só deixe seu comentário aqui embaixo (com e-mail), e torça para ser sorteado! O ganhador receberá uma notificação dia 5 de dezembro, a exatamente daqui uma semana!